segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Adeus Ano Velho...

E 2010 está chegando, pessoal... Esperamos que ele venha acompanhado de inúmeras coisas boas: saúde, paz, amor, $$$, amigos, diversão, sucesso e muitas, mas muitas alegrias!


Aproveitaremos este período para tirar umas "férias" do blog, mas no dia 11/01 estaremos de volta e com várias novidades. Aguardem!


Feliz Ano Novo a todos nós!


domingo, 20 de dezembro de 2009

Em de clima do Natal

Entrando neste clima de natal dos últimos post das minhas amigas Fernanda e Heloisa, gostaria de falar um pouquinho também sobre esta data comemorativa.

Natal é tempo de festa, é tempo de confraternizações, é tempo de fazer boas ações, mas acima de tudo é data do aniversário de Jesus. Para as pessoas cristãs (quem acredita em Cristo), Natal é época de celebrar a vida, uma nova vida, a esperança de um amanhã melhor.

Porém, as pessoas substituem o distorcem o verdadeiro sentido desta data, Jesus é trocado pelo Papai Noel, pelas decorações natalinas, pelos presentes, pelas festas, pelas comidas , pelos amigos secretos e por tantas outras coisas. Simplesmente é deixado de lado e esquecido.

Na ceia de Natal, a mesa farta faz as pessoas comerem e beberem compulsivamente, quando o que Jesus vem ensinar o que é a partilha, o não desperdício e a paz entre as pessoas.

Sabe-se que as pessoas gastam tudo o que tem e o que não tem nesta época do ano, em busca de uma felicidade momentânea, quando a melhor felicidade é deixar Jesus nascer no Natal e fazer com ele cresça e permaneça com você durante o ano inteiro. Tornando seu ano muito melhor.

A visão de Jesus na manjedoura, parece de um menino frágil, humilde e de quem precise de todos os cuidados. Mas, em sua caminhada ele mostra a fortaleza, humildade, amor e justiça.

Um feliz natal para todos, com muita paz, saúde, esperança e fé. E não esqueça, não há festa de aniversário sem o aniversariante.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Ritmo de Festa

Acho engraçado como o mês de dezembro passa tão rápido...

Este é o período em que queremos encontrar todos os nossos amigos para um happy hour e fazer o "fechamento do ano".

Tem ainda os convites para 500 mil amigos secretos, sem contar os eventos e confraternizações que acontecem com o pessoal da empresa, do inglês, da faculdade, da academia e demais círculos sociais dos quais participamos.

Este também é o mês em que jogamos a toalha no trabalho. Praticamente todos os projetos já foram concluídos, o orçamento para o próximo ano já está fechado e tudo o que nos resta é finalizar os relatórios e controles referentes a 2009.

É minha gente, o esquema é entrar em ritmo de festa e aproveitar!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Encontros e Despedidas



Ontem recebi a notícia de que um grande amigo meu fora desligado da empresa na qual trabalho. Fiquei bastante chateada, pois é uma pessoa que gosto muito, mas por outro lado sei que ainda o verei muito e que ele encontrará uma boa coisa brevemente.

De qualquer forma fiquei reflexiva e comecei a pensar o quanto nossa vida é marcada de Encontros e Despedidas. Desde então não consigo tirar uma bendita música do Milton Nascimento da cabeça e gostaria de compartilhá-la com vocês, segue aí:


"Mande notícias do mundo de lá
Diz quem fica
Me dê um abraço venha me apertar
Tô chegando
Coisa que gosto é poder partir sem ter planos
Melhor ainda é poder voltar quando quero

Todos os dias é um vai-e-vem
A vida se repete na estação
Tem gente que chega pra ficar
Tem gente que vai pra nunca mais
Tem gente que vem e quer voltar
Tem gente que vai e quer ficar
Tem gente que veio só olhar
Tem gente a sorrir e a chorar

E assim chegar e partir
São só dois lados da mesma viagem
O trem que chega
É o mesmo trem da partida
A hora do encontro é também despedida
A plataforma dessa estação
É a vida desse meu lugar"

Beijos e boa noite!

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

São Paulo virou um caus...

Terça-feira, dia 08 de dezembro de 2009, a cidade de São Paulo virou um caus. Tudo isso devido às 16 horas ininterruptas de forte chuva. As principais vias de acesso a cidade que são as marginais estavam alagadas em diversos pontos. Isso foi o suficiente para deixar a cidade de pernas para o ar.

Tinha gente olhando no relógio de 5 em 5 minutos, tinha gente indo a pé para o serviço, tinha gente muito irritada e o celular que não parava, ou era para avisar que estava preso no trânsito , ou alguém preocupado por que você não tinha chegado, ou era alguém perguntando rotas alternativas.

Hoje o dia foi bastante complicado, mas eu me pergunto: De onde vem tanto todo esse trânsito? Por que tivemos tantos pontos de alagamentos na cidade? Será que todo o trabalho realizado pela prefeitura e o governo do estado para a ampliação das Marginais não atrapalharam? E o aprofundar o Rio Tietê não adiantou de nada? É pelo visto não muito...

As pessoas não perceberam... mas a cada dia que passa a quantidade de pessoas aumentam, o numero de pessoas que adquirem um veículo também e as ruas continuam as mesmas, não se ampliou nada, eles dizem que essas obras na marginal irá adiantar, mas por enquanto as obras apenas estão ajudando para que o caos continue. Uma simples chuva todo mundo resolve sair de casa de carro e aí? dá nisso... muita gente parada no trânsito.

As pessoas ainda não perceberam... um simples pedaçinho de papel de bala jogado na rua, juntando com mais milhões de papelzinhos que também foram jogados, podem causar um transtorno enorme. Acho que falta um pouco de consciência das pessoas com relação ao meio ambiente. Muitas delas ainda não perceberam que a sobrevivência de amanhã depende da consciência de hoje.


Sei lá, mas muitas vezes isso me revolta. Me causa uma profunda indignação. Na verdade sei que eu realmente faço a minha parte e incentivo as pessoas que estão a minha volta a fazerem o mesmo. Faça você também...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Matutando...

Engraçado como sempre pensamos que a realidade que vivemos é a mesma compartilhada por todos, não?

Digo isso porque sempre acho que todo mundo tem acesso à TV, rádio, celular e internet à vontade... Mas é espantoso, quando percebo que existem sim muitas pessoas que vivem sem tudo isso e nem sentem falta.

Não vou muito longe: em minhas andanças com Erikinha em Maceió vimos casas de pau a pique, paupérrimas, onde seus habitantes sobreviviam sem os elementos mais primários, quiçá energia elétrica.

Em contrapartida, agora vem toda a história de Copa do Mundo, o fato da seleção brasileira ter de disputar o 1º jogo com a Coréia do Norte e o absurdo dos jogos passarem por um "crivo" do governo.

Acredito que pior do que não ter recursos, é ser condicionado a uma ditadura que poda a liberdade de expressão, de escolha, enfim... da possibilidade de ser livre.

Tanto o exemplo de Maceió, quanto da Coréia do Noirte, retrata a alienação. Porém, acho que viver sob imposição de um regime fere o princípio básico da vida humana: livre arbítrio.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Então é Natal



Olá a todos!

Hoje eu estou no espírito meio twitter e por isso serei breve.

Gente como eu acho bizarro este espírito natalino!!! Rs

É incrível como no Natal as pessoas ficam bondosas, doam, oram e parecem ser mais felizes ao ouvirem aquele CD horroroso da Simone“Especial de Natal”...rs.

Daí eu me pergunto, por que isso tudo só no Natal se nós temos uma vida inteira para praticar bons atos e ser feliz?

Ai, ai, ai... Daí chega janeiro e todas as contas do mundo juntas. É então que notamos que todo o13º salário já foi gasto em dezembro mesmo. E assim começamos a nos endividar logo no 1º mês do ano.

Pronto, isso já é motivo suficiente para pararmos de olhar ao nosso redor e voltar nossos olhos para o próprio umbigo, e assim volta tudo ao “normal”.

Toooooooooooooooodo ano é a mesma coisa, que saco! Rs

Bom... boas festas a todos.

Bjs e bom domingo.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Curiosidade mata!


Desde muito pequena sempre fui curiosa, prova disso é uma cicatriz no meu braço direito, com menos de um aninho eu já era sapeca o suficiente pra querer entrar dentro do forninho e ver o que havia lá dentro. Mas esses últimos dias ando extremamente curiosa, a Diretoria da empresa está organizando um evento para apresentar os resultados obtidos até o momento, serão três dias em um hotel em Atibaia, a única coisa que eu sei é que o tema será FUTEBOL!

É estranho né? Mas gostei do tema afinal acho que é algo que dá para ser bastante explorado. A minha curiosidade vai além, gostaria de saber o que eles estão aprontando, dessa vez por que das últimas foi tudo muito bom, a primeira foi no Circo Espacial, no qual fizemos a vivência o dia inteiro no circo, uma mistura de concentração, superação e alegria. A segunda foi em um resort em Atibaia, no qual tivemos a montagem de uma escola de samba, e tudo foi finalizado com uma noite de réveillon com fogos de artifícios e a bateria da Vai Vai... pense em uma pessoa que se acabou de dançar... rs rs rs

Agora para esse evento tenho alguns palpites até por conta de algumas negociações com a CBF, mas ainda nada certo só vou conseguir descobrir quando estivermos lá no evento, sei que minha expectativa está muito grande, até por conta dos dois últimos eventos, mas sinceramente dessa vez estou com medo decepcionar minha curiosidade. Quando eu voltar conto para vocês!

Ah... aproveitando que estamos falando de futebol, quero deixar como dica pra vocês o blog do meu amigo e seguidor no nosso blog André Luiz, mais conhecido como ROW.
http://row51.blogspot.com/ e http://fcvelhocontinente.blogspot.com/

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Aprendendo...

Atualmente tenho como uma de minhas responsabilidades desenvolver e capacitar as pessoas com deficiência, na empresa onde trabalho. Confesso que no início foi muito difícil para mim assumir este desafio, pois sempre achei o tema bastante complicado, até mesmo para propor dinâmicas e outras atividades que conseguissem incluir a todos.

Mas o que começou desacreditado, tomou corpo e aliás, um corpão! Hoje o programa é reconhecido tanto interna, quanto externamente com várias reportagens publicadas e apresentações em congressos relacionados. Realmente um orgulho para todos nós!

E hoje quero aproveitar para falar sobre uma pessoa em específico, que participa deste trabalho. Ela é uma pessoa com perda total da audição e, por conta de sua deficiência, em todas as turmas realizadas assumi a função de ser sua intérprete, ou seja, repassar todas as informações a ela para que consiga fazer a leitura labial. Gente... Nunca imaginei que isso fosse tão difícil, ainda mais para mim que sempre falei super rápido.

Porém a considero um grande exemplo de vida: conseguiu se formar, cursou pós-graduação e hoje faz aulas particulares de inglês, super independente! Ela é carioca e mudou-se para São Paulo para morar com seu marido (também deficiente auditivo) e sua maior dificuldade é conseguir acordar cedo, visto que ambos não ouvem o barulho do despertador.

Estar ao lado dela e ver todo seu sucesso, me faz acreditar que nada é impeditivo para nós, basta se esforçar. É o que ela faz em todos os dias de sua vida e o que tento fazer para dar continuidade a este programa tão enriquecedor.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Louco por futebol!



Genteeeeem estou bege!!! Rs

Eu sempre achei que esta coisa de ser “louco por futebol” fosse apenas uma força de expressão, mas no último final de semana constatei que isto pode ser literal.

Depois de ler a seguinte notícia, não tive mais dúvidas do poder que o futebol exerce sobre a cabeça dos homens brasileiros, vejam vocês: “Garçom morre após cair de 3º andar de prédio ao comemorar gol em SP”.

Nossa, achei isso bizarro demais. O cara é corinthiano e, querendo comemorar o gol do Goiás contra o São Paulo, foi para a janela de seu apartamento gritar e então desequilibrou, caiu e morreu.

Putz... esse foi até hoje o relato de morte mais estúpida que já vi na minha vida!

Bom... esse aí não vai mais sofrer por futebol! rs

Que descanse em paz.

Beijos e boa noite a todos.

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Cada um tem o chefe que merece!

Adivinhe: A grande maioria das pessoas tem um. Todo mundo deseja ser um dia. Geralmente ele manda mais e pouco executa. Algumas vezes são sinomino de chatos. Adivinhou de quem vou falar hoje? Do chefe...

Bom, já tive vários chefes,mas quero falar um pouquinho sobre meu chefe atual, muito ao contrário do que alguns estão pensando não vou falar mal, quero comentar um pouco sobre esta pessoa engraçadíssima que é o meu chefe.

Ele é um cara super humilde, positivo, italianão que fala alto, tem um tremendo perfil comercial, costumo que dizer que ele vende a mãe facilmente (risos), mas outra coisa que admiro nele é a capacidade de gerar um novo vocabulário, vou descrever algumas das palavras e chavões que ele fala que fazem parte de um vocabulário próprio.

“O não você já tem”. Ou seja, tente!

“Pastel se come quente”. Porque depois que está frio já passou e ninguém mais quer. Ou seja, aproveite a oportunidade.

“Notícia ruim deixa que eles descobrem sozinho”. Essa dispensa comentário.

“Tartaruga não sobe em árvore, alguém a colocou lá”. Sempre vai existir um culpado para coisa mais absurda que possa acontecer.

“Batom na cueca”. Fez coisa errada e ainda deixou rastro. Não dá pra esconder!

“Futurologia”. A ciência que leva as pessoas a pensarem o que poderá acontecer.

“Me ajude a te ajudar”. Outra que dispensa comentário.

“Agora Inês é morta”. Ele aplica isso quando a solução para o problema aparece no desfecho da história.

“Freira em zona”. Ou seja, algo proposto fora de realidade.

“Aqui é serviço completo: barba, cabelo, bigode e tapinha nas áxilas” Quer dizer que fazemos muito mais do que o previsto superamos a expectativa seja do cliente interno ou externo.

É por essas e outras coisas que meu dia de trabalho é divertido e feliz.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

King kong

Sou uma assumida pagadora de micos constantes. Tenho medo de tudo, sou estabanada, desastrada e dou vários foras também... Mas encaro com bom humor e continuo sobrevivendo.

Agora existem micos que as pessoas fazem questão de pagar e me refiro aos chás de bebê, chás de cozinha e coisas do gênero.

Minha indignação não ocorre por ter que comprar o presente, mas por achar ridículo o papel a que as mulheres se submetem de:
- Pedir presente aos outros (péssimo tom!);
- Se errar o presente ou o nome de quem deu, ter que se submeter a castigos toscos;
- Fazer cara de que adorou tudo o que recebeu, independente se gostou ou não.

O pior é que sempre sou convidada para participar, costumo dar as caras somente quando não tem jeito mesmo e já vou sabendo que ficarei entendiada.

Já avisei todas as pessoas que são próximas a mim, que este tipo de ritual é algo que eu dispenso e nem adianta inventar algo surpresa... Se um dia eu chegar e der de cara com tamanha bizarrice, dou as costas e finjo que não é comigo.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

And the Winner is...


Vicunha Têxtil!!!!

Olá pessoas, como estão???? Eu estou muito feliz e vou explicar para vocês o motivo de tanta alegria!!!

Na empresa em que eu trabalho, a Vicunha Têxtil, nós temos um programa de estágio que foi iniciado em 2005 por mim, Fernanda, Érika e Rose Costa. Nesta época trabalhávamos todas juntas. E eis que o destino quis que minhas parceiras tomassem outros rumos, e hoje estão em outras empresas.

Eu fiquei na Vicunha e fiz questão de tocar este programa de estágio com tanto afinco como tínhamos na sua implantação.

Então ano passado nós (Vicunha) resolvemos inscrever o programa para concorrer ao prêmio concedido pelo CIEE e Ibope Inteligência: “As 50 Melhores Empresas para Estagiar”. E para nossa surpresa nós ficamos entre as 50 melhores.

Para o ano de 2009 acabei tomando como meta pessoal colocar o programa entre, pelo menos, as 10 Melhores Empresas para Estagiar. Mas para minha grata surpresa e dos que já fizeram e os que ainda fazem parte deste projeto, nós fomos contemplados com o 1º lugar.

A entrega saiu muito melhor que a encomenda!!! Rs

Quero dedicar este prêmio especialmente a Fê, Erikinha e Rose que iniciaram este projeto comigo, e agradecer ao André, Chris e Paty por estarem vibrando ao meu lado no momento da entrega do prêmio! Ah... não posso esquecer de agradecer ao Henrique, meu lindo namorado, pelo mega apoio que me dá sempre!

Beijos galera e boa noite!!! Uhuhuhuhuhuhuhuhuhuhuhuhuh... Ganhamos!!!!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Emoção e aventura

Para aproveitar o Dia da Consciência Negra, eu e meus amigos fomos para Brotas. A cidade tem aproximadamente 20 mil habitantes, é conhecida pelos esportes radicais e pelo cantor Daniel e a economia local gira em torno desses dois eixos.

Os esportes radicais são o principal atrativo, já o cantor Daniel faz parte dos pontos turísticos, a casa do Daniel, a Chopperia do Daniel, o Cinema da cidade é do Daniel. Outro detalhe importante é que em qualquer lugar comercial que você entre encontrará uma foto do cantor autografada. Senti-me jogando banco imobiliário no qual uma única pessoa tem o monopólio da cidade inteira.

Quanto ao que fazer, Brotas oferece uma variedade enorme de opções, nós fizemos rafting que é algo super tradicional, diga-se de passagem a equipe que nos acompanhou é profissional e nos próximos dias fará as gravações de uma novela da Rede Record. Fizemos o vôo do falcão, 5 tirolesas totalizando um percurso de aproximadamente 1,3 KM, algo que te possibilita uma sensação de liberdade fantástica. Como opção você ainda tem os passeios de bike, de cavalo, trilhas pelas cachoeiras, e o famoso rapel.

Não fiz o rapel, mas quem fez, adorou! Penso que este esporte é um mix muito grande de sensações: um magnífico contato com a natureza, a superação de vencer o medo de altura, o auto-controle para manusear o equipamento, a concentração para seguir as normas de segurança, a forma de estar atento aos instrutores e por fim a sensação de conquista ao final do passeio. E como disse uma frase que li por lá: “Em Brotas você tem casa, comida e muita roupa suja” e eu acrescentaria... algumas dores musculares, pés inchados e algumas picadas de insetos.

sábado, 21 de novembro de 2009

O que fazer em SP?

Ontem, na empresa onde trabalho, foi realizado um treinamento para pessoas vindas de diferentes lugares do Brasil. Como a maioria resolveu aproveitar o feriado emendado ao final de semana para conhecer São Paulo, resolvemos elaborar um guia com algumas das principais atrações da cidade:

* Exposições:

  • MASP - "Rodin" e "Grafiteiros"
  • Parque do Ibirapuera - "Pequeno Príncipe"

* Museus:

  • Museu da Língua Portuguesa
  • Museu do Ipiranga
  • Museu do Futebol

* Espetáculos:

  • Teatro Abril - "A Bela e a Fera"
  • Grazie a Dio - "Clube do Balanço"

* Comer e Beber:

  • Cantina Villa Tavola - Bela Vista
  • Famiglia Mancini - Bela Vista
  • Ponto Chic - Largo Paissandu ou Paraíso
  • Bar Brahma - Avenida Ipiranga X Avenida São João
* Compras:

  • Rua 25 de Março
  • "Novo Stand Center" - Avenida Paulista

E ainda de quebra, neste final de semana, acontecem os shows de The Killers e Sting.

Alguma outra pedida?

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Os piores trechos de músicas!



Gente, boa noite!

Depois que escrevi o último post falando sobre os melhores trechos de música, fiquei com vontade de escrever os piores.

Esse para mim é ainda mais legal, pois tenho bastante opções...rs! Pois então segue aí a lista dos 10 piores:

1º "Tô fazendo amor com outra pessoa, mas meu coração vai ser pra sempre seu" - SPC; (Essa tá no topo e não preciso dizer porque né?)

2º "Pneus de carros cantam thuru, thuru, thuru, thuru" - Capital Inicial; (Putz... que rima horroroooooosa)

3º "Você reclama do meu apogeu, do meu apogeeeeeu" - Art Popular; (O que ele quis dizer com isso, alguém me explica?);

4º "Meu cachorro Vênus foi roubado, fiquei um pouco preocupaaaaaaaaaaaaaaado" - Ira (este não posso deixar de mencionar que foi contribuição do André... valeu!);

5º "Quem dera ser um peixe para em teu límpido aquário mergulhar, fazer borbulhas de amor pra encantar, passar a noite em claro" - Fagner (Com certeza ele estava usando drogas quando escreveu isso...rs);

6º "Eu vou equalizar você" - Pitty (outra drogada...rs);

7º "Meu escritório é na praia, eu tô sempre na área, mas eu não sou da sua laia não" - Charlie Brown Jr. (Essa rima é genial, não?);

8º "Vou desligar, não me ligue mais. A obrigação da sua voz é estar aqui, no ouvido do meu coração" - Jota Quest (no ouvido do meu coração é ruim demais...rs);

9º "Burguesinha, burguesinha, burguesinha, só no filé" - Seu Jorge (Mais uma contribuição do André);

10º "Tã, tã, tã, batem na porta, não precisa ver quem é" - Roupa Nova (Essa é pra fechar com chave de ouro).

Eita... quanta coisa ruim!!! rs

Bjs e boa noite.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Elas estão chegando...

Como diz a música “vem chegando o verão...” e com ele chegam outras coisas como o sol bem forte durante todo o dia, o ar condicionado ligado no último nos escritórios e nos carros, sorvete no meio da tarde, as idas ao litoral nos fins de semana, as noites com aquele mormaço insuportável e com o verão também chegam àqueles bichinhos feios e nojentos... As baratas!

Geralmente mulher tem medo e pavor de barata, eu tenho nojo, por causa desse nojo não mato e saio de perto quando elas aparecem. Conheço várias histórias sobre baratas, tenho uma prima que tem fobia, a fobia dela é tão grande que uma das vezes ela quase foi parar no hospital por ter se intoxicado depois de ter utilizado um vidro inteiro de SPB em uma única barata.


Mas este ser nojento tem a sua super função no ecossistema, as baratas alimentam os besouros verdes e lacraias e comem detritos do esgoto após sua morte alimentam as formigas o que promove um equilíbrio ecológico. Ou seja, infelizmente precisamos das “cucarachas” para que o planeta continue seguindo o percurso natural.

domingo, 15 de novembro de 2009

Pergunta da Semana

E a pergunta da semana é: será que o mundo está botando fé de que o Brasil terá a infraestrutura adequada para receber a Copa em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016?

É helicóptero sendo derrubado, apagão repentino, vigas de ponte caindo em cima de veículos... E claro, todas estas notícias sendo veiculadas na mídia internacional.

Que medo!!!

sábado, 14 de novembro de 2009

Os melhores trechos de músicas!



Vocês sabem que gosto muito de música né? E, por isso, hoje separei 10 trechos de músicas que acho muito legal (umas bem sacadas, umas engraçadas e outras bonitas), vejam se gostam:

1º "Vou meter um Marlon Brando nas idéias e sair por aí" - Sá, Rodrix e Guarabyra (Música: Jesus Numa Moto);

2º "Mais fácil aprender japonês em braile, do que você decidir se dá ou não" - Djavan (Música: Se...);

3º "Tava mais bobo que banda de rock, que um palhaço do circo Vostok" - Zeca Baleiro (Música: Telegrama);

4º “Quantas chances desperdicei, quando o que eu mais queria era provar pra todo o mundo que eu não precisava provar nada pra ninguém” – Legião Urbana (Música: Quase sem Querer);

5º “Eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades. O tempo não pára” - Cazuza (Música: O tempo não pára);

6º “Enquanto todo mundo espera a cura do mal e a loucura finge que isso tudo é normal, eu finjo ter paciência” – Lenine (Música: Paciência);

7º “A fome dos meus filhos não será a riqueza dos seus” – Natiruts (Música: O Carcará e a Rosa);

8º “Só não se perca ao entrar no meu infinito particular” – Marisa Monte (Música: Infinito Particular)

9º "Por tanto amor, por tanta emoção, a vida me fez assim. Doce ou atroz, manso ou feroz eu, caçador de mim" - Milton Nascimento (Música: Caçador de mim);

10º "Que cada dia mais é um a menos pro encontro acontecer" - Los Hermanos (Música: Fingi na hora de rir).

E aí o que achou? Qual a sua lista de trechos de músicas legais? Comente aê!

Beijos e boa noite.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Pedaço da pizza!


A pizza que é hoje considerada um dos pratos principais e mais saboreados pelos paulistas, pode ser encontrada em vários lugares e ainda deu a São Paulo o título de capital mundial da pizza. Ela tem até data comemorativa devido sua grande apreciação pelas pessoas que moram e passam por aqui. Comer pizza significa estar com a família, com os amigos reunidos e é sinômino de alegria, entretenimento e momentos agradáveis. Sem falar que encontramos os mais variados recheios.

São Paulo tem uma pizzaria a cada esquina, existem pizzas ótimas no Bexiga, Brás, Cambuci, Moema, mas resolvi escrever um post para falar de um lugar que eu adoro ir, do “Pedaço da Pizza”. O ambiente é bem descolado e alternativo, a vitrine de pizzas é algo que me encanta e a possibilidade de comer com a mão de um modo “sem frescuras” me faz sentir bem! Sou suspeita para falar do lugar, mas sempre que posso levo meus amigos para conhecer e saborear um pedaço de pizza tamanho grande.

Claro que não vou deixar de comentar da pizza de chocolate de lá, essa é uma sugestão para comer e se lambuzar, seja ela com mm´s, banana, morango ou raspas, simplesmente são uma delicia e não são enjoativas. Quem quiser conferir de perto o “Pedaço da Pizza” está localizado em quatro endereços: Jardins, Bela Vista, Itaim Bibi e Paraíso. Vale a pena experimentar, afinal todo mundo merece comer no “Pedaço da Pizza”!

E você qual sua pizzaria favorita?

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Procurando companhia?

Tenho uma amiga que acabou de casar e mudar de Belo Horizonte para São Paulo. Com isso, sempre reclama que só faz passeios a dois, por conhecer poucas pessoas por aqui.

E eis que esta semana outra amiga apresentou uma solução inusitada, indicando a empresa Giunto (http://www.giunto.com.br/).

Trata-se de uma agência que tem por objetivo reunir pessoas, com perfis e interesses semelhantes, para participar de eventos culturais em lugares bacanas, ou pode ser utilizada como ferramenta de busca para quem está procurando a tampa de sua panela.

Dei uma espiada no site e achei a proposta um tanto quanto engraçada. Até pode ser uma boa pedida em São Paulo, cidade grande onde as pessoas tem pouco contato e sequer conhecem seus vizinhos.

Mas e aí? Eu pergunto: vc teria coragem de pagar por este tipo de serviço, que teóricamente deveria ser algo espontâneo?

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Caso Geysi - Aluna Uniban

Boa noite!

Como o mundo todo está falando nesta tal Geysi (até o NY Times), nós do Supernovas também não poderíamos deixar esse causo passar em branco em nosso Blog....rs!

Bom, minha manifestação de hoje é somente para dizer que acho uma baita perca de tempo discutir uma semana inteira a respeito de um vestido curto usado em sala de aula!!!!

Putz grila... e essa pressão que a mídia faz para que tomemos algum partido!?!?! Milhões e milhões de discussões sobre quem é o vilão da história: Geysi X Uniban.

Em minha opnião nada justifica o ato dos alunos desta Universidade, mas cá entre nós faltou um pouco de bom senso nesta garota não????

Enfim... de qualquer forma acho que não faz o menor sentido colocá-la tão em evidência na mídia e ficarmos discutindo este assunto por looooooooongos dias, ou até quando este assunto ainda render algum ibope.

Olha, vocês podem não acreditar, mas acabei ficando um poquinho feliz com o apagão de ontem? Pelo menos agora a mídia tem outro assunto para explorar até esgotar a nossa paciência navamente! rs

Beijos a todos e inté mais!

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Tem coisas nessa vida que não voltam mais...

Uma vez por ano a escola que fiz o Ensino Médio, antigo colegial (isso denuncia a idade... rs), faz o encontro de ex-alunos e o deste ano aconteceu no último sábado. Fiz uma força tarefa para mobilizar o pessoal para ir, deixei recados no Orkut do povo, recebi algumas confirmações mas por fim apareceu apenas eu e um amigo de longa data.

É tão engraçado, como as pessoas tomaram rumos diferentes, grande parte do pessoal casou já tem filhos, alguns estão com a vida profissional estabilizada, outros estão fora do país e quem a gente menos esperava se deu bem. Com esses encontros acabamos descobrindo os rumos que as vidas dessas pessoas tomaram e pra ser sincera sou super agradecida pela minha vida ter tomado o rumo que tomou. Um dos casos mais engraçados é de uma menina que virou consultora de casamento, a história dela me faz lembrar do filme: “Casamento dos meus sonhos”.

Tudo isso pra falar que as pessoas tomam caminhos bem diferentes do que muitas vezes foram planejados na adolescência. Hoje o mundo moderno e agitado não deixa que as pessoas tenham uma aproximidade maior e já não existe “TEMPO” para cultivar amizades da época do colégio. Por isso tem coisas que não voltam mais...

Andar pelos pátios que foram freqüentados durante todos os dias, pelo menos 3 anos da minha vida, dá saudades! E acabo tendo saudades de tantas outras coisas... do primeiro namorado, da professora do jardim que nem me reconhece se passar na rua, alguns companheiros de trabalho não se lembra mais de mim, amizades que foram abandonadas ao longo do caminho e hoje só tenho colegas de profissão, até a família vive separada e já não temos a freqüência dos almoços na minha avó, grande parte dos meus vizinhos eu nem sei quem são. Foi-se o tempo que ia na casa do vizinho para pedir uma xícara de farinha pra terminar o bolo... Por essas e outras que “tem coisas que não voltam mais... “

domingo, 8 de novembro de 2009

A sétima arte

Sou uma amante do cinema! Do tipo que compra revistas especializadas no assunto, participa de fóruns de discussão, lê todas as críticas sobre filmes e que agora, com a desculpa de que quer dar uma turbinada no inglês, acompanha as notícias divulgadas pela mídia internacional.

Apareço, no mínimo, 01 vez por semana no cinema e guardo, desde pequena, aqueles papéis que entregam na bilheteria com os dados do filme que vc vai assistir... Portanto, são vários e sem contar aqueles que vejo em casa. Até já pensei em criar um blog para escrever sobre o assunto, mas não tenho tempo para isso por enquanto...

Porém hoje quero aproveitar este espaço para expressar minha revolta com Jogos Mortais. Sim! Já perdi meu tempo assistindo todos as 05 filmagens anteriores e ainda me dei ao trabalho de ir ver o último lançamento, na esperança de algo surpreendedor acontecer.

Mas não! Apesar de morto há 500 anos quem aparece no filme novamente? Jigsaw!!! Meu Deus! Ninguém agüenta mais a história que eles tentam dar algum sentido, mas não sai da mesmice: carnificina pura!

Como se não bastasse, o filme promete a versão 7 e, literalmente, será a sétima arte da pior espécie! Gente, meu estômago não vai agüentar tanta besteira... Tenho certeza que se Ricciotto Canudo estivesse vivo e assistisse Jogos Mortais, retiraria o cinema do Manifesto das Sete Artes, sem pestanejar!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Hoje entendo o Drummond!!!!

Meu post de hoje é um desabafo!

Acho que algumas pessoas já sabem, mas o fato é que minha mãe está bem doente.

Ela faz um tratamento extremamente invasivo e doloroso há mais ou menos 6 meses e ainda há uma longa jornada pela frente.

Mas o mais interessante de se observar nessa história toda é que ela não fraquejou em nenhum momento. Pensem numa pessoa que sente tanta dor a ponto de precisar tomar morfina? Pois é, essa é minha mãe!

E acreditem, mesmo assim, ela não reclama de nada da vida, não se vitimiza e não acha esse mundo injusto, ela simplismente optou por viver e se apegou a isso com todas as suas forças.

Não quero aqui comover e nem fazer esta história servir de "case" para ninguém, só precisava dizer que hoje entendo o que Drummond quis dizer nesta frase: "A dor é inevitável, o sofrimento é opcional".

E um viva a vida e a todos que sabem o valor que ela tem!!!

Beijos e boa noite!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Oba! É horário de verão!

Há quem goste e há quem odeie, eu particularmente adoro. Tenha a sensação que o dia rende muito mais e que os dias ficam mais longos. Acordo o sol já está começando aparecer e quando volto pra casa ainda não está escuro por completo. Acho que este horário me dá maior disposição, além de me deixar mais feliz e animada. Na minha opinião as pessoas ficam mais felizes e bem humorada. Sinto-me com maior disposição para ir a academia, para levantar cedo e continuar indo dormir tarde. Tudo isso me dá a sensação que estou aproveitando a vida ao máximo.

Claro que para alguns o organismo demora um pouco mais para se adaptar, e quando parece que conseguiram, o horário de verão acaba e aí começa tudo de novo, uma nova adaptação e assim sucessivamente. Mas pensando bem, o ser humano é assim, é extremamente adaptável as situações, é preciso se mexer e sair da zona de conforto.

E ainda temos toda a questão de preservação, a economia de energia e acho que devemos pensar no futuro, eu pelo menos penso nos meus filhos, netos e bisnetos... rs É por essas e por outras que eu adoro o horário de verão!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Voltando...

Digamos que após uma não tão longa, mas agradáveis férias estou de volta!

Viajar à Maceió e Caldas Novas, além da oportunidade de "respirar" o mundo Fórmula 1 foram os pontos altos destes rápidos 20 dias, mas estar mais perto das pessoas que gosto também.

Porém não teve jeito e hoje retornei ao trabalho e às aulas de inglês... Confesso que estava com saudades das pessoas, mas acima de tudo da Avenida Paulista.

Cheguei de lá agora pouco (neste dia quente, nada melhor do que jogar conversa fora com amigos) e voltei pensando que há 03 anos a Avenida Paulista faz parte da minha vida de 2ª a sábado, de manhã até tarde da noite, faça chuva ou faça sol e se deixar vou até lá no domingo também.

A vida agitada, prática e multifacetada de São Paulo com certeza se concentra lá!

Conheço muitos lugares neste Brasil e me arriscaria a mudar para alguns deles, inclusive. Mas ainda assim, parafraseando Caetano, é quando ando pela Avenida Paulista que alguma coisa acontece no meu coração... Lá é onde encontro o meu mundo!

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Marcha em direção de Jesus...

Como o blog é um espaço livre e para expressão da idéias, resolvi aproveitar dois eventos para falar de forma bem sucinta algo que faz parte do meu mundo. Quero deixar claro que a intenção é apenas compartilhar com vocês algumas opiniões.

O feriado de finados, para muitos é marcado por idas ao cemitério, choro, lágrimas, saudades e recordação. Porém, para mim essa é uma data para celebrar a vida, para estar alegre e cheia de esperança. Esperança de crer que aqueles entes queridos os quais já se foram, partiram em direção ao Pai, ou seja, voltaram para a casa de origem. Muito diferente do que acreditar em reencarnação eu acredito na vida eterna. Eu acredito que viveremos felizes no céu. E pra ser bem sincera espero por esse dia, mas minha missão ainda não acabou por aqui, então terei que aguardar mais um pouquinho para conhecer este lugar.

Outra coisa que quero comentar é a mobilização que somaram mais de 1 milhões de pessoas durante a marcha para Jesus. Até um ano atrás eu criticaria esse movimento evangélico e chamaria de fanatismo assim como outros movimentos da própria igreja católica. Mas, hoje visualizo isso de uma forma diferente, pessoas que estavam ali buscando a Deus e declarando que Cristo vive e reina em suas vidas. Mesmo que amanhã muitas delas não vão se lembrar disso e nem praticar isso em suas vidas.

E o mais importante de tudo isso é que sejam evangélicos, católicos ou de qualquer outra religião que se prega de Deus, estamos marchando em uma mesma direção, na direção de Deus.

domingo, 1 de novembro de 2009

RÉ LOU IM NA CASA DAS ROSAS



Bom dia a todos!

Antes que vocês deixem algum comentário dizendo que escrevi errado o título do post, este é realmente o nome da festa de Halloween da Casa das Rosas que acontece hoje a partir das 14h00.

O nome é assim por conta do abrasileiramento que esta festa teve, já que o Halloween é uma festa tradicionalmente Americana. A Casa das Rosas traz então a matinê "Mansão Macabra" que contará com aparições de saci-pererê, curupira, fantasmas, abóboras e mulas-sem-cabeça com o intuito de misturar as duas culturas.

A programação de hoje está bem bacana para levar as crianças e mesmo para os adultos que gostam desta festa.

A dica de hoje então é a festa de Ré Lou Im na Casa das Rosas, mas antes de tudo um convite para conhecer este espaço dedicado a poesia e a literatura com atrações gratuitas, inclusive cursos.

Abaixo segue dados do lugar:

SERVIÇO
Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura
Avenida Paulista, 37
Tel.: (11) 3285.6986
www.casadasrosas-sp.org.br

Horário de funcionamento
De terça-feira a sexta-feira, 10h às 22h
Sábados e domingos, 10h às 18h (passível de alteração, de acordo com a programação).
Convênio com o estacionamento Patropi: Alameda Santos, 74

E aproveitem o domingo.

Beijos,

Heloisa

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

As aventuras de Érikinha e Fê

Sei que já passou algum tempinho, comecei a escrever este post quando estavamos lá, mas por conta da correria não deu tempo de terminar e publicar. Mas é claro que não podíamos deixar de noticiar alguns pontos marcantes que aconteceram durante a viagem.


· As diferenças das malas são gritantes, enquanto a da Fê tinha 10Kg a minha tinha 22Kg e as malas pareciam mãe e filhas...


· Com uma hora e meia antes no check-in fomos informadas que éramos as duas últimas pessoas que faltavam para completar o vôo e que não havia lugares mais juntos, ou seja fomos sentadas em poltronas diferentes;


· Na sala de espera do embarque só apareciam casais chegando; E depois com o decorrer o tempo percebemos que eram só casais em lua de mel (Fala sério, ninguém merece);


· Pra minha sorte e azar da Fê o casal que estava ao meu lado era muito gente boa. Enquanto o casal que foi ao lado dela, mal conversam entre eles;


· Não tivemos as famosas barrinhas de cereal da Gol;


· Nosso guia o “Genival” estava empolgadíssimo falando pelos cotovelos às 4 horas da manhã quando chegamos lá;


· Ah... não posso esquecer da frase clássica do Genival... “Não entre numa fria, procure o seu guia”;


· Passeio para a Praia do Francês, pra variar o ônibus só estava esperando eu e a Fê (atrasadas de novo!);


· Fizemos um passeio de barco, eu fiz mergulho e a Fê ficou de lá tirando foto. O biólogo virou meu amigo;


· Um coquetel de frutas no abacaxi que não acabava mais...


· Fizemos três pedidos com as perequitas (bolinhas vermelhas... vixe acho que piorou! rs) no mirante de Maceió;


· No passeio para as piscinas naturais da Costa dos Corais fiz amizade com o rapaz da filmagem. Outro que virou meu amigo;


· Aprendemos a músiquinha impregnante: “ Ai que saudades do céu, do sal, do sol de Maceió”;


· No passeio para a Praia do Gunga passei muito mal, fui para no hospital e tomei dois litros de soro por conta de uma desidratação;


· As pessoas me viram passando mal e nem se quer perguntaram o que havia ocorrido. Quem perguntou foi apenas um casal mineiro que depois viraram nossos amigos também. Acho que o pessoal achou que eu estivesse de porre, isso porque eu nem bebo;


· O motorista do táxi foi muito gente boa e honesto. Fez o cálculo dos centavos.


· No dia seguinte durante a hidroginástica aprendemos o movimento “Iça”, criado por um dos recreadores do resort (detalhe: virou nosso amigo também!)


· Conhecemos uma senhora e a filha, porque elas haviam esquecido o carregador da máquina. Também viraram nossas amigas;


· Ficamos na Jatiúca Resort e no Jatiúca Flat. No Flat ficamos na cobertura com uma vista maravilhosa para o mar;


· Fomos a uma baladinha chamada Maikai, na noite do Turista, forró até a meia noite; A baladinha lá começa às 19h e termina a meia noite;


· Galés de Maragogi é um passeio indescritível; Vale muito a pena ir;


· Os rapazes do barco ficaram com salva-vidas particular da Fernanda; Isso porque ela estava usando bóia e colete;


· Acordei às 4 da manhã para ver o sol nascer. Todo mundo deve fazer isso um dia. É lindo, principalmente se for na beira da praia;


· Ver a Foz do Rio São Francisco é algo emocionante, principalmente por ver que isso só nos livros de geografia;


· Jantamos no mesmo restaurante que o Gianecchini almoçou no dia anterior;


· Não posso esquecer de falar do alagoano mais engraçado e sorridente que encontramos... o rapaz do transporte do restaurante citado acima. Ele simplesmente é demais... humorista, piadista, muito gente boa!


· Durante todos esses dias, conhecemos pelo menos 3 guias diferentes;


· No nosso hotel tinha um casal de lésbicas, acho que estavam passando lua de mel por lá; Sem falar nos beijos e abraços delas na piscina;


· Algumas coisas lá são super faturadas, como por exemplo: Fandangos na praia R$ 4 reais, uma Ruffles em alto mar é R$ 5,00. Sem falar no Trident;


· A água “Cristal Nordeste” tem gosto diferente da água daqui;


· O estado não devia chamar “Alagoas” e sim “A ventania”... rs;


· Apesar das pessoas de lá morarem na Alagoas, não eram sapo... muito menos príncipes. (Essa é a pior! rs)



Chegamos a conclusão que: todos alagoanos são muito gente boa; Que os pratos mesmo individuais são enormes; Os passeios mais bonitos são longe e você passa grande parte do tempo dentro do ônibus; É possível fazer amigos durante essas viagens; O nosso pouco lá é muito; Tudo você paga a parte; Tudo que é bom dura pouco, mas o tempo suficiente para se tornar inesquecível.

Bem resumidamente é isso... rs

sábado, 24 de outubro de 2009

OSGEMEOS



Olá, como vão? Desculpem a demora para postar, mas como estou postando sozinha (as 2 outras moçoilas estão de férias) acabo não tendo tempo de postar todo dia.

Bom... mas voltando ao post de hoje, queria saber se vocês já ouviram falar dos irmãos grafiteiros Otávio e Gustavo Pandolfo, popularmente conhecido como OSGEMEOS?

Se você ainda não ouviu falar deles, ainda dá tempo de conferir o trabalho destes irmãos, formados em desenho, que começaram a grafitar em São Paulo como uma forma de protesto e hoje expõem as artes deles no mundo todo.

E agora o último trabalho deles, a exposição "Vertigem", chega a São Paulo e ficará até dia 13 de dezembro no Museu de Arte Brasileira da FAAP.

Para quem se interessar a entrada é gratuita e no link abaixo você encontra maiores informações.

http://www.faap.br/hotsites/osgemeos/principal.html

Aproveitem a dica e bom final de semana.

Beijos a todos.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

E o Brasil agora está na moda!

Gente boa noite!

E agora o mundo resolveu olhar para o Brasil! Estamos na moda!!!

O que vocês pensam disso? Bom ou ruim para nós?

Eu acho que essa visibilidade é boa em partes, pois agora somos vistos lá fora como uma potência econômica e como um país em crescente desenvolvimento. Até que enfim deixamos de ser apenas o país do futebol e do carnaval. Porém, de outro lado, estamos com todas as nossas fragilidades expostas.

Vejam este último episódio no qual traficantes derrubaram um helicóptero da polícia num confronto no Morro do Macaco no RJ, virou notícia no mundo inteiro. Esse é o "ônus" de estarmos visíveis. Agora o mundo poderá olhar para nós também como um lugar de muita violência, pouco ou nada de investimento em saúde e educação, e com uma distribuição de riquezas muito desigual.

Pior ainda... saberão que o Brasil só é o país do futebol porque este é o esporte mais democrático que existe. Qualquer pessoa, de qualquer classe social, pode pegar uma latinha amassada, um par de meias enroladas ou qualquer outra coisa que se possa fazer de bola e sair jogando.

Essa é a simples e mais pura realidade em que vivemos. E eu sinceramente espero que agora com essa visibilidade e cobrança externa, o Brasil possa finalmente investir em políticas públicas efetivas e menos assistencialistas.

Nada de fazer altíssimos investimento em Panamericanos, Copas e Olimpíadas só pra inglês ver.

Nós brasileiros também queremos ver, não só estes eventos esportivos de perto, mas também hospitais decentes, vagas em escolas para todos, meios de transportes mais eficazes... etc e tal!

É isso recado dado! Beijos a todos e boa noite.

sábado, 17 de outubro de 2009

Por que eu não ouço minha mãe?



Cansei, esta semana para mim foi o ápice das mudanças climáticas em São Paulo.

Eu simplesmente errei todas as minhas tentativas de prever o tempo.

Num dia acordei com frio e, por isso, saí com duas blusas de manga comprida e gola alta, passei um calor infeeeeeeernal durante a tarde!

No outro dia resolvi que não passaria calor, e então fui trabalhar com uma blusa de manga curta. Advinhem? Passei um frio desgramado!!!

Depois disso decidi que não passaria nem frio e nem calor, saí preparada para as duas estações, e o que aconteceu? Choveu horrores e eu não tinha levado guarda-chuva!

Ahhhhhh... e então eu desisti de tentar entender este tempo maluco e imprevisível da nossa cidade e resolvi ouvir minha mãe.

Acho que ela poderia trabalhar como garota do tempo, pois sempre acerta, é incrível! Quando estou saindo de casa e ela diz: - Heloisa, leve um casaco que vai esfriar mais tarde! É batata! Pode ter certeza que esfriará o tempo.

E o mesmo acontece quando ela diz que vai chover, é uma coisa inexplicável.

E disso tudo tirei a seguinte lição: “Não assistam mais jornais para saber a previsão do tempo... ouçam as sua mães!”.

Uuahuahua... um abraço forte a todos e curtam este sábado chuvoso.

E para as minhas amigas blogueiras Érika e Fernanda, boas férias em Jatiuca.

Até mais.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Será utopia?

Acabo de chegar da feira cultural da minha afilhada e o tema deste ano foi Sustentabilidade. Vi várias maquetes falando sobre poluição, desmatamento, aquecimento global e confesso que achei o máximo saber que as crianças já estão sendo conscientizadas, desde cedo, sobre o assunto.

Mas sai de lá “matutando”: como os professores estão fazendo com as aulas de história?

Na época em que estudei, o conteúdo se iniciava na pré-história e ía até o governo de José Sarney, tudo na forma de exposição dialogada, em que o professor era detentor do conhecimento e os alunos sentiam sono à beça.

E hoje? Como fazem para falar de uma história que se transforma a todo dia? Como passar todo este conteúdo, se a carga horária não mudou? E como usar um método de ensino tão antigo, diante de crianças super antenadas?

Ainda acho que as aulas deveriam ser diferentes. Elas poderiam ser feitas no modelo multidisciplinar, com assuntos práticos e que fizessem sentido aos alunos.


Mas acaba que hoje vivemos o lado oposto de toda esta utopia. Assistimos de camarote a briga do Enem X Fuvest; nosso governo se preocupa apenas com a quantidade de alunos nas escolas (e não com o conteúdo oferecido), valorizamos fama e malandragem, não os estudos.

No país do absurdo é difícil conseguirmos alguém disposto a ser professor e quem se arrisca faz o que pode em meio à opressão, pouco preparo, baixos salários e falta de reconhecimento.


Ainda assim temos que aplaudi-los... Imaginem como seria se já tivessem desistido?

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Relógio Biológico


Tic Tac, Tic Tac...

Todo mundo já ouviu falar no “relógio biológico”. Esse negocinho regulador que nos faz acordar cedo, nos diz que está na hora de comer, ir ao banheiro, dormir e outras coisinhas mais. Pois bem, mesmo estando de férias meu relógio biológico não entendeu isso e me acordou pontualmente às 6 horas da manhã. Mas não me importei nenhum pouco de virar para o lado e voltar a dormir.

Com isso comecei a perceber que eu também tenho outro relógio biológico que hora desperta e hora não dá sinal. Estou falando do tal relógio biológico do casamento e de ter filhos.

Tenho acompanhado de perto minhas amigas que estão com esse relógio biológico ecoando pelos quatro cantos. Uma ficou noiva, outra casou recentemente, outra está com o casamento marcado para o final de 2011, outra está indo morar junto com o namorado e outra está grávida de uma menininha. Acho isso tudo muito lindo, e fico muito feliz com a decisão de cada uma delas.

Acredito que ver isso em pessoas tão próximas, é apenas um dos motivos que me faz, às vezes, sentir aquela súbita vontade de casar e ter filhos, mas depois de algum tempo essa vontade passa e acabo focando em outras metas. Pra que ter pressa em ser mãe ou esposa? Por causa do tal relógio biológico que limita suas chances de conseguir engravidar? Ou medo de ser considerada mãe-avó?

Bom, espero que na hora em que meu relógio biológico resolver despertar definitivamente que ele desperte em volume máximo.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Minha homenagem a Curitiba!




Olá pessoas! Estou de volta da minha expedição por Paraná e Santa Catarina! rs

Na verdade fui de carro com 4 amigos (André, Thiago, Rô e Chris) para a Oktoberfest 2009, conforme havia mencionado no meu último post.

Bom, tenho muitas histórias engraçadas para contar desta viagem, mas farei isto aos poucos... rs!

O que gostaria de deixar registrado aqui hoje é somente meu encantamento por Curitiba/PR.

Nossa que cidade linda, verde, bem organizada e de habitantes educadíssimos!!!! Fiquei apaixonada e com uma vontade louca de me mudar para lá.

Quero indicar a todos que visitem Curitiba... e não deixem de ir ao Jardim Botânico!!!! É um lugar fantástico e muito bem conservado!!!

Lá em Curitiba tem muitos pontos turísticos bacanas como a Ópera de Arame, o Museu Oscar Niemeyer entre outros, mas o Jardim Botânico é imperdível!!! Se bem que eu quase perdi e fiz todos perderem... mas esta já é outra história (rs)!

Bom agora está registrado e devidamente indicado a vocês Curitiba! Aproveitem o feriado de novembro para quem sabe conhecer lá!

Boa noite a todos e beijos especiais aos meus parceiros de viagem!!!!

Vocês são demais!

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Twitter ?!

Em algum post do passado escrevi que faço parte do grupo dos que acreditam ser preciso conhecer sobre o que falamos, antes de sair por aí dando pitaco. E eis que um dos assuntos que vinha me atormentando ultimamente, era o tal do Twitter.

A ferramenta já existe há aproximadamente 03 anos, porém virou febre somente de 01 ano para cá, em todo o mundo. Cheguei a acessá-la algumas vezes e vi gente escrevendo sobre coisas tão banais, que me deu até raiva! Aliás, talvez seja por isso que 40% do total de pessoas que a visitam pela primeira vez, nunca mais retornem.

Porém resolvi ir adiante com a pesquisa, afinal se somente eu não vejo vantagem nele, dentre milhões de pessoas no mundo (e se até Google e Facebook estão preocupados), significa que deve ter alguma coisa de errado é comigo, não é? Pois bem, continuei meu estudo e fiquei 02 horas na Saraiva Mega Store lendo sobre o assunto em revistas e livros especializados. As conclusões mais significativas que cheguei foram:

- O fato do Twitter conseguir unir vários tipos de mídia, já indica o tamanho do seu poder;
- Ele pode ser usado como excelente instrumento de busca, sendo até mais eficiente do que o Google, em virtude do seu processo de indexação instantânea;
- É notória sua utilidade em garantir que o usuário consiga fazer perguntas e receber respostas em tempo real. Por exemplo: informações sobre uma estrada, benchmarking, recomendações sobre produtos, dentre outros;
- As empresas ganharam facilidades para estreitar seu relacionamento com os clientes e monitorar sua reputação no mercado.

Por fim, passei a acreditar que o problema não está no Twitter e sim em quem ou o que escolhemos para seguir. Fiquemos com aqueles que publicam conteúdos interessantes e não como muitos tem feito, de simplesmente responder à famosa pergunta “O que você está fazendo?”, indicando tamanha necessidade de exibicionismo.

Saber sobre nossa vida particular deveria ser direito adquirido e por poucos; se é para utilizarmos nosso precioso tempo no Twitter, que seja com assuntos relevantes e que venham, realmente, nos agregar algo!

domingo, 11 de outubro de 2009

Ser como as crianças...

Inspirada por este clima de “Dia das Crianças” resolvi falar desses serezinhos que desde pequenos estão cada vez mais inteligentes e esperto.

Adoro crianças e tenho a maior paciência. Pra quem não sabe meu primeiro emprego foi dando aula de ballet para meninas do jardim (mais conhecido com pré-escola ou prézinho). Acho que as crianças têm muitas lições para ensinar. Outro dia, observando meus priminhos brincando, de repente começaram a brigar, mas depois de alguns minutos já estava se beijando e brincando novamente.

Quem dera o ser humano adulto fosse assim como as crianças, tivesse essa capacidade de perdoar tão rápido e esquecer facilmente das ofensas.

É preciso ser puro como as crianças e não ter maldade nas palavras.

É preciso ser sincero como as crianças e dizer que a roupa não caiu bem ou que não gostou de determinada atitude.

É preciso ter energia como as crianças e muitas vezes lutar contra o cansaço, a preguiça e o sono.

É preciso ter sonhos como as crianças e se imaginar lá no futuro.

É preciso ter super-heróis como as crianças e buscar vencer e fazer sempre o bem.

É preciso ser dependente como as crianças e buscar sempre alguém como apoio e sustentação.

É preciso não ter preocupação com as crianças e muitas vezes deixar de lado as nuvenzinhas negras que rondam nossa cabeça.

É preciso ser como as crianças, é preciso ser assim... simples!

sábado, 10 de outubro de 2009

Preciso de palavras de um futuro bom!

Como a Helo é presença garantida na Oktoberfest deste ano, Erikinha e eu daremos continuidade ao blog até seu retorno.

E o dia das crianças vem aí... Há 01 semana comprei um brinquedo para presentear uma criança "adotada" na empresa onde trabalho e hoje fui ao shopping comprar o da minha afilhada.

Como tudo para elas é caro, não? Roupas, então? Nem se fala! O pior é que tem uma coisa mais bonita do que a outra, não tem como resistir! E isso me faz ter, a cada dia que passa, mais medo de ter um filho (daqui a alguns anos, que isso fique bem claro!).

Não pelo dinheiro em si, mas pelo amanhã ser desconhecido, pela dificuldade cada vez maior em educar uma criança, pelos verdadeiros valores estarem corrompidos, por não saber se até lá teremos água ou se haverá guerra e ainda, por causa do famoso "telhado de vidro".

Ontem uma pessoa me falou que, no momento, eu ainda posso desacreditar de uma possível e futura mudança neste mundo, porém quando eu tiver um filho minha esperança passa a ser compromisso com toda a sociedade.

É muito para mim e vou me contentando com as crianças dos outros, por enquanto!

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Crise existencial...

Ser ou não ser eis a questão... (William Shakespeare)

Crise existencial geralmente aparece para que você busque novos objetivos de vida e eu me vejo exatamente neste momento, na busca de conhecer a si mesmo e projetar novas metas. Para suprir essa busca acabamos procurando o autoconhecimento de diversas formas: no âmbito religioso, leituras de auto-ajuda, psicólogos e palavras de ânimo dos amigos, entre outras coisinhas mais...

Comentando com uma amiga que eu estava com crise existencial ela me disse que isso é privilégio de poucos, retruquei imediatamente dizendo que todo mundo tem esse direito, mas foi aí que ela explicou dizendo que geralmente quem entra em crise existencial é que já adquiriu e supriu as condições mínimas de sobrevivência. Para exemplificar ela disse: “Pessoas menos favorecidas tem que se preocupar com o nome que tá no SPC, com as dividas das Casas Bahia, com o empurra-empurra do trenzão lotado logo de manhã”, ou seja, existem outras prioridades para se preocupar do que “se dar ao luxo” de pensar sobre a própria existência. Pois bem, ela me convenceu e realmente me senti privilegiada em conseguir de diversas formas pensar na minha existência, nas formas de lidar com as situações presentes e nas projeções para o futuro.

Depois dos inúmeros questionamentos do post anterior e ter vivido intensamente essa crise existencial só me resta apenas uma coisa... F É R I A S para espairecer a cabeça e pensar mais um pouco da vida. A partir de terça-feira estou de férias no trabalho, porém não vou tirar férias do blog, nem dos amigos e de nada do que eu gosto.

Se você tem crise existencial, sinta-se também um privilegiado e seja feliz como eu!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Meu Brasil brasileiro...

Nesta semana participei de um treinamento que reuniu gente de todo o país e pelo assunto ser bastante complexo, exigia muito trabalho prático e em grupo.

Minha equipe era composta por representantes do Rio, Bahia, Minas, Brasília e São Paulo. Como uma boa observadora, aproveitei para reparar nos diferentes estilos das pessoas e apesar de não gostar daquelas generalizações feitas com o povo de cada estado, sou obrigada a admitir que é a mais pura verdade:

- A carioca era gente boa - descontraída, descolada e prática, mas marrenta que só!
- O baiano... Ah! Um senhorzinho de doçura sem igual - paciência e serenidade. Só poderia ter sobrado para ele, o papel de mediador do grupo.
- O minerim, como sempre, do tipo come quieto e que só abre a boca quando tem certeza.
- A paulista super acelerada, objetiva e mão na massa para acabar logo com a atividade.
- A brasiliense... Para mim, até agora uma incógnita! A impressão que me deu é que mistura um pouquinho do estilo de cada canto do país.

Só que aí pintou a dúvida: se todo mundo sabe que São Paulo é o lugar que concentra o maior número de pessoas de diferentes lugares do Brasil, não deveria ser aqui o estado onde a mistura, de tudo um pouco, acontece?

"Criei o achismo" de que não! Na minha opinião, quem vem para cá acaba se adaptando à nossa vida maluca e corrida, de um jeito ou de outro.... Já Brasília é um lugar novo e que sua história e cultura, vem sendo construída por um monte de gente que foi "transferida para lá" desde seu início. Tanto que até o sotaque deles tem um pouco de cada região.

É minha gente.. Este é o nosso país de proporções continentais, culturas diversificadas e que tem o passaporte mais cobiçado do mundo!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Oktoberfest 2009...eu vou!



Este ano terei o prazer de conhecer esta grande festa originária da alemã que acontece em Blumenau chamada Oktoberfest.

Esta festa acontece a 100 km da capital catarinense, Florianópolis, e reúne quase 600 mil pessoas que ao todo consomem mais ou menos 370 mil litros de chopp.

Estou empolgadíssima e fazendo contagem regressiva para o final de semana, principalmente por dois simples motivos: adoro viajar e porque tenho muita vontade de conhecer a região Sul do país.

O próximo feriado prolongado promete ser regado a praia e cerveja.... eita ansiedade que quer me matar!

Então para quem se interessar em saber mais sobre esta festa maneira segue link do evento: http://www.oktoberfestblumenau.com.br/Home.aspx

Para quem não vai a Oktoberfest desejo bom feriado, para quem for nos vemos lá!

Beijos e até a volta.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Quero resposta para os Porquês da vida.

Ser questionador é uma das primeiras coisas que se aprende na vida. Você começa a perguntar o porquê disso, porque daquilo e quando crianças sempre te arrumam uma desculpa esfarrapada para suas dúvidas.

Nos últimos dias andei me questionando sobre tanta coisa... Será que alguém consegue me responder sem ter respostas esfarrapadas?

Por que uns ganham mais que outros? Sendo que, quem ganha menos sempre trabalha mais?

Por que é só cair uma gota de chuva que SP para?

Por que você acha que conheceu o cara, ele só sabe simplesmente o seu nome, tem seu telefone, mas não te liga?

Por que você manda torpedos e emails e as pessoas não te respondem?

Por que você se arruma toda, coloca uma roupa legal e existem pessoas que nem reparam em você?

Por que pessoas legais já namoram? E eu que sou legal não?

Por que temos que sofrer por amor?

Por que temos que fazer obrigatoriamente coisas que não gostamos?

Por que existem pessoas chatas?

Por que nos decepcionamos com as pessoas?

Por que as pessoas resolvem fazer piadinhas quando você não namora?

Por que sempre aparece alguém falando que você está quase chegando “aos trinta” e ainda não casou?

Por que essas coisas tão conflitantes rondam minha cabeça?

Com todos esses porquês e outros mais, cheguei apenas há uma conclusão... estou em crise existencial, mas isso é assunto para o próximo post...

domingo, 4 de outubro de 2009

Estou de volta...

Ufa... Estou de volta! Após uma semana bastante agitada, sobrevivi!

O importante é que este final de semana está envolto às comemorações: aniversário da Mamis, formatura na GV, contagem regressiva de 01 semana para minhas merecidas férias e mais uma, que quero compartilhar com vocês.

Para quem não sabe, desde o início do ano, meu irmão participa da Oficina dos Menestréis, onde tem aulas semanais de teatro e amanhã será sua tão aguardada estreia.

O musical Noturno, de Oswaldo Montenegro, estreou na cidade de São Paulo em 1991, é o espetáculo mais antigo da Oficina dos Menestréis e tem como tema a noite paulistana em seus mais diversos aspectos... Com esquetes que dialogam com o assunto, um ritmo cênico mágico e uma trilha musical extraordinária, o espaço do teatro é tomado por 50 menestréis, que cantam, dançam, e atuam acompanhados por uma banda e sob a direção de Deto Montenegro.

Portanto, quem quiser conhecer e prestigiar meu irmão segue as informações:

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Yoga X Natação

Agora coloquei na minha cabeça que preciso começar a fazer alguma atividade física. E o que estou a procura é de algo que me ajude a manter não só o corpo, mas também a mente saudável. Eis que, desde então, iniciei uma batalha entre Yoga e Natação.

Quero escolher entre qual destas atividades farei e, por isso, resolvi pesquisar os benefícios de cada uma, pois assim consigo embasar minha decisão.

Então confiram abaixo o resultado desta pesquisa e quais os principais benefícios de cada uma destas atividades:

Yoga:

“. Diminui o estresse e a ansiedade;
. Aumenta a flexibilidade e a força dos músculos;
. Melhora a postura, diminuindo dores nas costas;
. Estimula a circulação sanguínea;
. Ajuda a desenvolver uma atitude positiva em relação à vida;
. Aumenta a concentração e o equilíbrio emocional;
. Melhora a capacidade imunológica;
. Ajuda a melhorar quadros de insônia e depressão;
. Melhora a coordenação motora.”

Fonte: http://www.sitemedico.com.br/sm/materias/index.php?mat=630

Natação:

“. Melhora seu sistema respiratório;
. Melhora seu sistema imunológico;
. Você ganha um novo ânimo, quem pratica atividades físicas tem uma maior disposição para fazer as coisas do dia a dia;
. Melhora a coordenação motora;
. Enrijece os músculos;
. Relaxa a mente e a memória, garantindo uma ótima oxigenação para o cérebro;
. Ajuda a combater o estresse;
. É um exercício aeróbico;
. Queima em média 600 calorias por hora;
. Melhora seu sistema cardiovascular.”

Fonte: http://emagrecercomsaude.com.br/os-beneficios-da-natacao/

Bom... depois desta pesquisa acho que me encontrei na natação.

É isso! Decidido! Agora é só encontrar a melhor academia que concilie bons horários e bom preço.

Lá vou eu para uma nova pesquisa!

Beijos e boa noite.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Ausência Temporária!

Boa tarde a todos!

Gostaríamos de comunicá-los que a nossa amiga Fernanda se ausentará de post's esta semana, por motivos pessoais.

Semana que vem ela está de volta!

Abraços,

3 SUPERNOVAS

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Pensando sobre o futuro....

Esta semana estou com uma divulgação em um hospital super conceituado e de alto padrão de São Paulo. Lá tudo muito impecável, corredores limpos, um paciente por quarto, enfermeiros, médicos, recepcionistas e plantonistas andam pelos corredores alegres, felizes e sorridentes. O hospital parece na verdade um hotel de tão luxuoso.

Hoje pela manhã parei para tomar café na lanchonete que por sinal era um lugar muito agradável, comecei a reparar nas pessoas ao meu redor. Procurei imaginar os motivos pelos quais levaram aquelas pessoas estarem ali no mesmo ambiente que eu. Uns deviam ter passado a noite confortavelmente como acompanhante de algum paciente internado, outros estavam chegando a para consulta com seus exames nas mãos e outros chegavam para trabalhar como eu.

Aproximadamente há um ano passei alguns dias com a minha avó no hospital, no caso dela, um hospital público que a situação era em diferente. No mínimo 4 pessoas por quarto, macas nos corredores, nenhum tipo de organização, médicos e enfermeiros com o semblante apreensivo, desesperados por não saber a quem dar prioridade.

Os dois lugares não deixam de ter o clima de hospital, no qual as conversas sempre estão relacionadas a doenças, saúde, remédios, porém é muito discrepante essa diferença entre um lugar público e um lugar privado de alto nível. Isso me fez refletir e pensar no futuro, o que eu desejo para minha vida, afinal é na velhice que mais frequentarei este ambiente.

Cheguei a conclusão que para este problema temos algumas soluções, uma delas é continuar jogando na mega sena e quem sabe um dia ganhar e não ter o que se preocupar com isso, ou continuar comendo gnocchi da fortuna todo dia 29 no Spoleto acreditando que São Genaro pode te ajudar a trazer uma fortuninha ou simplesmente se programar, poupar dinheiro agora, visando uma vida melhor e com um pouco menos de dor de cabeça quando eu tiver a idade da minha avó.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A vida sem excel...



Confesso que não sou uma pessoa muito ligada em informática, mas tenho que dizer que me apaixonei pelo Excel.

Agora vejo que o mundo não seria nada sem ele!!! Rs

Há duas semanas atrás eu o conhecia de forma básica! Utilizava mais para fazer planilhas simples e caprichadas na formatação, mas nunca com muitas fórmulas.

Nossa como eu demorava a procurar informações, fazer estatísticas e montar planilhas um pouquinho mais elaboradas!

Estou contando tudo isso no passado para vocês porque atualmente estou fazendo um curso de Excel avançado e, parece bobo isso que vou dizer, mas mudou minha vida! Rs

Tudo mudou depois que conheci os PROCV’s, as BD’s, os SE e as tais das Tabelas Dinâmicas!!!! Eu ainda me pergunto como sobrevivi tanto tempo sem isso na minha vida!!! Uahuahuahuauhua!!!

Brincadeiras a parte, eu estou me divertindo pra caramba! Já até usei este novo conhecimento para formular umas planilhas de controle orçamentário mais elaboradas. Talvez agora eu pare de ser gastona e me organize melhor...rs!

E então.... VIVA O EXCEL e a economia de tempo que ele nos traz!!!!! rs

Beijos e boa noite!

sábado, 26 de setembro de 2009

Novos rumos

Acordar em pleno sábadò às 06h30 da manhã, se atrasar enquanto troca de roupa, ter somente 01 hora para chegar na Avenida Paulista (saindo de Guarulhos) e, ainda assim, conseguir chegar a tempo para assistir uma aula sobre empreendedorismo e negócios... Este foi meu feito de hoje.

Sempre gostei de estudar e o faço, ininterruptamente, há 21 anos. Porém, confesso que desta vez estou terminando o curso e jogando a toalha... Perder finais de semana, festas e viagens por causa de aulas, monografias e planos de negócio... Já não tenho mais tanto pique!

Esses dias, inclusive, achei o máximo uma conversa com um amigo que não via há tempos. Perguntei se ele estava estudando e ele disse: não oficialmente. Sem entender nada, questionei se ele estava aguardando confirmação de matrícula em algum curso ou algo do gênero, mas ele respondeu que não e justificou: não preciso estar em uma instituição de ensino para estudar... Já fiz muito isso, mas agora estudo de outra forma: lendo, participando de palestras e atividades pontuais que só ampliam meu conhecimento.

Ele tem razão, chega uma hora em que precisamos pensar um pouco mais em nossa qualidade de vida. Portanto, já decidi: após mais esta etapa concluída, será hora de descansar e priorizar outros planos que estão guardados, afinal também sou filha de Deus!!!

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

O mundo sem as mulheres... por Arnaldo Jabor

Olá a todos os leitores do blog (acho que to pegando a mania da Helô de conversar com os internautas frequentadores deste blog), hoje recebi um texto do Arnaldo Jabor e quero compartilhar com vocês... acho que veio em boa hora... espero que gostem!

O cara faz um esforço desgraçado para ficar rico pra que?
O sujeito quer ficar famoso pra que?
O indivíduo malha, faz exercícios pra que?
A verdade é que é a mulher o objetivo do homem.
Tudo que eu quis dizer é que o homem vive em função de você.
Vivem e pensam em você o dia inteiro, a vida inteira...
Se você, mulher, não existisse, o mundo não teria ido pra frente.
Homem algum iria fazer alguma coisa na vida para impressionar outro homem, para conquistar um sujeito igual a ele, de bigode e tudo.
Um mundo só de homens seria o grande erro da criação.
Já dizia a velha frase que 'atrás de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.
O dito está envelhecido. Hoje eu diria que 'na frente de todo homem bem-sucedido existe uma grande mulher'.
É você, mulher, quem impulsiona o mundo.
É você quem tem o poder, e não o homem.
É você quem decide a compra do apartamento, a cor do carro, o filme a ser visto, o local das férias.
Bendita a hora em que você saiu da cozinha e, bem-sucedida ficou na frente de todos os homens. E, se você que está lendo isto aqui for um homem, tente imaginar a sua vida sem nenhuma mulher.
Aí na sua casa, onde você trabalha, na rua.
Só homens. Já pensou?
Um casamento sem noiva?
Um mundo sem sogras?
Enfim, um mundo sem metas.

ALGUNS MOTIVOS PELOS QUAIS OS HOMENS GOSTAM TANTO DE MULHERES:

1- O cheirinho delas é sempre gostoso, mesmo que seja só xampu.
2 - O jeitinho que elas têm de sempre encontrar o lugarzinho certo em nosso ombro.
3 - A facilidade com a qual cabem em nossos braços.
4 - O jeito que tem de nos beijar e, de repente, fazer o mundo ficar perfeito.
5 - Como são encantadoras quando comem.
6- Elas levam horas para se vestir, mas no final vale a pena.
7- Porque estão sempre quentinhas, mesmo que esteja fazendo trinta graus abaixo de zero lá fora.
8- Como sempre ficam bonitas, mesmo de jeans com camiseta e rabo-de-cavalo.
9- Aquele jeitinho sutil de pedir um elogio.
10- Como ficam lindas quando discutem.
11- O modo que tem de sempre encontrar a nossa mão.
12- O brilho nos olhos quando sorriem.
13 - Ouvir a mensagem delas na secretária eletrônica logo depois de uma briga horrível.
14 - O jeito que tem de dizer 'Não vamos brigar mais, não..'
15 - A ternura com que nos beijam quando lhes fazemos uma delicadeza.
16 - O modo de nos beijarem Quando dizemos 'eu te amo'.
17 - Pensando bem, só o modo de nos beijarem já basta.
18 - O modo que têm de se atirar em nossos braços quando choram.
19 - O jeito de pedir desculpas por terem chorado por alguma bobagem.
20 - O fato de nos darem um tapa achando que vai doer.
21 - O modo com que pedem perdão quando o tapa dói mesmo (embora jamais admitamos que doeu).
22 - O jeitinho de dizerem 'estou com saudades'...
23 - As saudades que sentimos delas.
24 - A maneira que suas lágrimas têm de nos fazer querer mudar o mundo para que mais nada lhes cause dor.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Se eu pudesse escolher...



Estive pensando por estes dias... se eu pudesse escolher outra profissão qual seria? (Esta rima não foi proposital...rs).

Pensei, pensei, pensei e descobri que seria Mochileira, se é que alguém ganha dinheiro com isso além do Zeca Camargo (ai que invejinha dele!!! Rs).

Essa paixão surgiu recentemente, entre 2008 e 2009, quando tive a oportunidade de fazer algumas viagens e assim conhecer lugares mágicos como Arraial D’Ajuda, Ouro Preto, Paraty e Bonito.

Por cada lugar que passei pude conhecer pessoas, histórias, culturas, estilos e paisagens diferentes... totalmente viciante!

Desde então entrei no espírito “Diário de Motocicletas” e estou querendo “Meter um Marlon Brando nas idéias e sair por aí”!!!!

Já logo imaginei alguém me patrocinando só para eu viajar e relatar as experiências das viagens!!! Este seria o emprego mais perfeito do mundo, não??? Pelo menos para mim seria!

Ei... se algum de vocês leitores souberem de alguma oportunidade deste tipo no mercado, por favor me avisem! Acho que tenho o perfil para concorrer a vaga! Rs

Vixi... acho que este meu post de hoje foi uma viagem só!!!! Rs

Beijos e boa viagem... quero dizer... boa noite!