quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Relógio Biológico


Tic Tac, Tic Tac...

Todo mundo já ouviu falar no “relógio biológico”. Esse negocinho regulador que nos faz acordar cedo, nos diz que está na hora de comer, ir ao banheiro, dormir e outras coisinhas mais. Pois bem, mesmo estando de férias meu relógio biológico não entendeu isso e me acordou pontualmente às 6 horas da manhã. Mas não me importei nenhum pouco de virar para o lado e voltar a dormir.

Com isso comecei a perceber que eu também tenho outro relógio biológico que hora desperta e hora não dá sinal. Estou falando do tal relógio biológico do casamento e de ter filhos.

Tenho acompanhado de perto minhas amigas que estão com esse relógio biológico ecoando pelos quatro cantos. Uma ficou noiva, outra casou recentemente, outra está com o casamento marcado para o final de 2011, outra está indo morar junto com o namorado e outra está grávida de uma menininha. Acho isso tudo muito lindo, e fico muito feliz com a decisão de cada uma delas.

Acredito que ver isso em pessoas tão próximas, é apenas um dos motivos que me faz, às vezes, sentir aquela súbita vontade de casar e ter filhos, mas depois de algum tempo essa vontade passa e acabo focando em outras metas. Pra que ter pressa em ser mãe ou esposa? Por causa do tal relógio biológico que limita suas chances de conseguir engravidar? Ou medo de ser considerada mãe-avó?

Bom, espero que na hora em que meu relógio biológico resolver despertar definitivamente que ele desperte em volume máximo.

Um comentário:

ale_fossem disse...

Oi Erikinha, seu post é muito oportuno, pois tenho vários amigos também passando por esta fase e até mesmo participando delas, rsrsrs...

Concordo contigo, vamos deixar a vida rolar e fazer com que as coisas aconteçam ao seu tempo, né???