sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Boas Novas

De uns tempos para cá, comecei a notar a quantidade de mulheres que estão engravidando. Toda manhã pego ônibus com uma, trabalho com outra que já está entrando no 5º mês de gestação, além das enormes “barrigas desconhecidas” que vejo todos os dias, durante minhas andanças.

Até conversei sobre este assunto com uma amiga e ela comentou que talvez fosse eu que estivesse prestando um pouco mais de atenção nas mulheres “neste estado”.

Achei que ela tinha razão, pois nossa percepção às vezes nos prega grandes peças... Por exemplo, nunca tinha reparado no número de pessoas com deficiência que estão ao nosso redor, mas bastou eu começar a desenvolver um projeto focado neste público para me deparar com várias delas. Imaginei que o mesmo tivesse acontecido com as gestantes, afinal também temos um programa voltado especialmente para elas na empresa, e a cada dia ficamos sabendo de uma notícia diferente.

Porém parece que, neste caso, foi mais do que minha mudança de percepção... Na verdade, talvez tenha sido culpa da sincronicidade com a boa nova que recebi há alguns dias: serei tia (postiça, mas serei)!

É muito bom saber que vem chegando um bebê, não é mesmo? Sempre me lembro de uma frase que li, quando tinha 09 anos e que falava, mais ou menos, assim: “Enquanto Deus permitir que crianças venham ao mundo é um sinal de que Ele ainda acredita na humanidade.”

Com certeza, é uma bênção!

Obs: Vocês acharam que tínhamos nos inspirado no post da Érikinha e nos ausentado de vez do blog? Que nada, tudo não passou de uma tática para ver se nossos leitores sentiriam nossa falta... Brincadeiras à parte (a culpa foi da Telefonica mesmo), estamos de volta e com tudo!

2 comentários:

Érikinha disse...

Também tenho reparado muito nas mulheres grávidas... e quero deixar registrado um grande beijo pra minha amiga Toddydinho (a Jú)que também ficou sabendo recentemente que está grávida. Que seu bebê traga muita luz pra você e sua família. Um grande beijo!

Row51 disse...

depois do susto que eu tomei, que graças a Deus, já se resolveu...reparo muito nas futuras mamães.