terça-feira, 16 de março de 2010

Família!

Logo que comecei a fazer inglês com minha profesora particular, ela me perguntou quantos filhos eu gostaria de ter e de cara respondi: só um! Ela questionou o motivo e falei que no mundo em que vivemos hoje, ter apenas uma criança é o número ideal para garantir que não lhe falte nada no futuro.

Ela continuou me envolvendo em dúvidas. Pediu para eu imaginar uma pessoa já adulta e sem ter um irmão com quem compartilhar tanto as coisas boas quanto ruins dessa vida, pensar no momento em que seus pais se fossem, enfim...

Na hora achei a opinião dela tão dura e pessimista, mas ontem acompanhei bem de perto o que ela me disse há quase 01 anos atrás. O pai de uma amiga muito próxima faleceu e ela, filha única, teve que lidar com tudo isso sozinha. Agora será sua responsabilidade continuar amparando a mãe e a tia (ambas já idosas) que moram junto com ela. Muito triste!

Confesso que minha opinião sobre o assunto está mudando... Talvez precisemos garantir que não somente bens materiais faltem às nossas futuras gerações, mas também estes laços fraternos que nos unem.

Bjs e desculpem a demora em postar.

Um comentário:

Moisés disse...

Só um filho??? Tem que ser dois ou três meninos?..rs.